CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Filme do Dia: Bahia de Todos os Sambas (1983), Leon Hirszman & Paulo César Sarraceni




Bahia de Todos os Sambas (Brasil, 1983). Direção: Leon Hirszman & Paulo César Sarraceni. Rot. Original: Gianni Amico. Fotografia: Dib Lutfi, Tonino Nardi & Luiz Carlos Saldanha. Montagem: Maria Elisa Freire.

Documenta a festa baiana nas Termas de Caracalla, em Roma, entre 23 e 31 de agosto de 1983, apresentando os maiores músicos e intérpretes do estado baiano reunidos: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Dorival & Nana Caymmi, Gal Costa, João Gilberto, Moraes Moreira, Naná Vasconcelos, Grupo Viva Bahia e outros. Alguns dos astros (como Gal e Caetano) preferiram executar as músicas que haviam lançado há pouco no Brasil, o que não se torna muito gratificante, no sentido de que não se trata de um bom momento na carreira de ambos. Outros preferiram os  clássicos de sempre. Filmado quase todo em planos abertos, para destacar seja o palco em que se apresentam os artistas seja as locações romanas, o filme possui um resultado final um tanto quanto anêmico, soando institucional demais para ser interessante. Um dos raros momentos que se destacam são os closes no rosto contorcido e expressivo de João Gilberto interpretando canções como Wave. Mais de 20 canções são apresentandas, entre elas Festa do Interior, Atrás do Trio Elétrico, Eu Sei Que Vou Te Amar, Aquele Abraço. Narrado por Paulo César Pereio. Rumma Produções Cinematográficas. 102 minutos.

2 comentários:

  1. Assisti esse filme há pouco tempo no canal Curta! mas achei tão chato. Tem razão de ter ficado tanto tempo engavetado e depois concluído por outro diretor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Gilberto, não o acho nada nada empolgante...tipo cultura brasileira para exportação empacotada.

      Excluir