CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Confira fotos da 2ª Guerra Mundial feitas por um soldado antes de morrer em batalha

A câmera de Louis J. Archambeau, morto em 1944, foi achada debaixo uma trincheira. Os registros históricos ficaram preservados durante 70 anos
Quando encontraram uma câmera fotográfica com fotos da 2ª Guerra Mundial, o capitão Mark D. Anderson, da Marinha dos Estados Unidos da América, juntamente com o historiador Jean Muller estavam à procura de artefatos da “A Batalha das Ardenas” em Luxemburgo, o pequeno Estado situado na Europa Ocidental.
Mark e Jean trabalhavam nas montanhas do pequeno país, exatamente no campo de guerrilha, quando o detector de metais os alertou para algo sob seus pés. Abaixo de uma antiga trincheira, os dois encontraram os pertences do soldado americano Louis J. Archambeau.
Entre as coisas que Louis, que morreu na batalha, deixou para trás, estava uma câmera com um filme não revelado. O historiador revelou o filme e, depois de passar 70 anos em uma trincheira, as fotografias feitas por um soldado já falecido, foram, finalmente, reveladas. Apesar da exposição do rolo do filme ao meio ambiente por décadas, os registros históricos ficaram preservados.
A Batalha das Ardenas, também conhecida como Ofensiva das Ardenas ou Batalha do Bulge, aconteceu de dezembro de 1944 a janeiro de 1945 e ficou marcada como a grande contraofensiva alemã no oeste, durante a 2ª Guerra Mundial. O soldado Louis J. Archambeau, a quem a câmera pertencia, foi uma das mais de 89 mil vítimas da batalha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário