CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

domingo, 17 de julho de 2016

Filme do Dia: Os Palhaços (1970), Federico Fellini


Os Palhaços Poster



Os Palhaços (I Clowns, Itália/França/Alemanha, 1970). Direção: Federico Fellini. Rot. Original: Federico Fellini & Bernardino Zapponi. Fotografia: Dario di Palma. Música: Nino Rota. Montagem: Ruggero Mastroianni. Dir. de arte: Lamberto Pippia. Figurinos: Danilo Donati. Com: Federico Fellini, Ricardo Billi, Tino Scotti, Fanfulla, Dante Maggio, Álvaro Vitali, Anita Ekberg, Pierre Étaix.
Utilizando uma mescla de documentário e ficção, talvez mais bem sucedida no posterior Roma, Fellini investiga o universo do circo,  na Itália e França, centrando-se na decadência da arte do palhaço. Conscientemente ou não,  o filme acaba se contaminando pela melancolia do tema, o que aliás igualmente se torna o seu maior mérito. No mais, cansativo e pouco inspirado e, tal como os palhaços que descreve, o filme parece sempre fazer uma referência nostálgica às próprias glórias de Fellini, como quando introduz Anita Ekberg, fazendo menção ao pastiche de estrela fatal de A Doce Vida (voltaria mais uma vez ao tipo em Entrevista). Ou ainda quando cria suas fantasias delirantes a partir de lembranças de sua juventude (introduzindo uma construção visual marcadamente não realista muito próxima do mais bem elaborado Amarcord). Embora, geralmente a parte “documental” seja facilmente destacável da “ficcional”, devido ao próprio caráter hiper-realista e caricato apontado, talvez os melhores momentos do filme sejam os que prevalece uma incerteza quanto ao status de documentário ou ficção, como o jantar celebrado com os artistas de um circo e a produção do filme. Outro mestre do cinema, Jacques Tati, também não se saiu melhor em outra incursão ao universo do circo, Parada(1974), como esse produzido para TV.  RAI/Compagnia Leone /ORTF/Bavária Film. 92 minutos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário