CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quarta-feira, 9 de março de 2016

Filme do Dia: Parágrafo 175 (1999), Rob Epstein & Jeffrey Friedman


Paragraph 175 Poster


Parágrafo 175 (Paragraph 175, EUA/Reino Unido/Alemanha, 1999). Direção: Rob Epstein & Jeffrey Friedman. Fotografia: Bernd Meiners. Música: Tibor Szenzö. Montagem: Dawn Logsdon.

Documentário que narra a perseguição aos homossexuais masculinos na Alemanha Nazista. De paraíso homossexual nos anos 20, Berlim passa por uma repressão, intensificada após a denúncia de que um membro do alto comando nazista. Ernst Röhm, era homossexual. Embora inicialmente apoiado por Hitler, Röhm logo será assassinado, a mando do líder nazista, sob a acusação de homossexualismo. Com algumas parcas imagens de arquivo – numa delas aparece o célebre médico Magnus Hirschfeld retratado no ficcional O Einstein do Sexoo filme apóia-se, sobretudo, nos relatos dos poucos sobreviventes (sete homens, uma mulher, dois resolveram não conceder entrevistas) da lista oficial de homossexuais perseguidos pelo regime nazista, assim como nas fotos que os retratam em sua juventude. Um dos depoimentos mais contundentes é o de um homem, não por acaso um dos mais amargurados ao recordar aquele período – “jurei a mim mesmo que jamais voltaria a apertar a mão de um alemão” -  que diz ter sido seviciado na frente de cerca de 300 homens. Mesmo que a perseguição nazista aos homossexuais tenha ganhado pouca visibilidade dentro da história oficial, já rendeu uma outra produção em longa metragem, Bent, baseada em peça teatral. Narrado pelo ator Rupert Everett e dirigido pela mesma dupla que realizou O Celulóide Secreto, antologia sobre como a homossexualidade era retratada na produção de língua inglesa, desde o surgimento do cinema. Channel 4/Cinemax/HBO/Telling Films/Zero Film GmbH. 76 minutos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário