CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Filme do Dia: Manifesto por uma Noite de Amor (1988), Dusan Makavejev


Resultado de imagem para manifesto dusan makavejev poster


Manifesto por uma Noite de Amor (Manifesto, EUA, 1988). Direção e Rot. Original: Dusan Makavejev. Fotografia: Tomislav Pinter. Música: Nicola Piovani. Montagem: Tony Lawson. Dir. de arte: Veljko Despotovic. Figurinos: Marit Allen. Com: Camilla SØeberg,, Alfred Molina, Simon Callow, Eric Stoltz, Lindsay Duncan, Rade Serbedzija, Svetozar Cvetkovic, Chris Haywood, Patrick Godfrey.
Ao narrar o complô para atentar contra o monarca de uma dinastia da Europa Central pouco após a Revolução Soviética efetivada, em grande parte, graças a perseverança da libertina Svetlana Vargas (Søeberg), que se utiliza do sexo para conseguir empreender a missão, o filme se aproxima do tema que marca toda a obra de Makavejev: as relações entre política, sexualidade e poder. Porém, no caso do filme em questão, que se pretende uma comédia, falta tanto o frescor e a vitalidade de suas melhores produções, seja o anárquico W.R. – Os Mistérios do Organismo ou o mais convencional Montenegro quanto o cineasta envereda por uma narrativa excessivamente elíptica e simbólica, demasiado obscura para se tornar envolvente ou verdadeiramente cômica. Com uma produção mais requintada – ironicamente produzida pelos produtores conhecidos, sobretudo, por produções baratas e caça-níqueis nos EUA -  e próxima do modelo dos “filmes de arte” que a maioria de seus trabalhos anteriores e com bom desempenho do elenco, essa sátira de revolucionários socialistas finaliza com deliciosos créditos que acompanham o story-board de algumas cenas-chaves do filme. Baseado em um conto de Emile Zola. Cannon Film. 96 minutos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário