CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

domingo, 20 de dezembro de 2015

Filme do Dia: The Stubborn Cowboy (1967), Chuck Harriton

The Stubborn Cowboy (EUA, 1967). Direção: Chuck Harriton. Rot. Original: Shamus Culhane.
Criança faz uma narração de um filme de faroeste para sua classe na escola, incorporando dados dos comerciais. Culhane, talentoso realizador do cinema clássico, parece se dar melhor nessa nova fase da produção da animação norte-americana, bem diferente em termos de estilo e tema, como roteirista do que propriamente como diretor. Nesse sentido, esse curta é bem mais interessante que The Trip, dirigido no mesmo ano por Culhane. Aqui, desde a brincadeira inicial com os créditos, passando pela interpretação original das imagens, e para ironias com os cigarros Marlboro, assim como pela própria incorporação de clichês próprios do faroeste, transforma-o numa experiência de longe mais criativa. Particularmente na questão da interpretação da imagem, a perspectiva infantil, incorporada na voz, que é a única a ser ouvida no curta, torna-se particularmente atraente para a utilização da ironia, recurso que seria empregado na década seguinte por cineastas de ponta do cinema norte-americano de ação ao vivo, como Terrence Malick. Aqui, além do tom de voz, faz-se questão de não editar repetições ou incongruências que são típicas da expressão oral, sobretudo no caso em questão.  Particularmente hilário é o comentário sobre os efeitos deletérios que o “refrigerante” havia causado no estômago do cowboy. Seu caráter provocativo também se encontra presente no fato que tanto na sua versão do filme quanto no seu alerta final aos estudantes, permeia a ideia de que o melhor conselho é não aconselhar ninguém. Famous Studios para Paramount Pictures. 6 minutos e 9 segundos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário