CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

segunda-feira, 10 de março de 2014

Filme do Dia: The Village Smithy (1936), Tex Avery

The Village Smithy (EUA, 1936). Direção: Tex Avery. Rot. Adaptado: A partir do poema homônimo de Harry Wadsworth Longfellow. Música: Carl W. Stalling. Montagem: Treg Brown.
Um ferreiro que tem como assistente Gaguinho, envolve-se numa enrascada, quando esse  acidentalmente lança uma ferradura ainda fervendo sobre o cavalo.
Mesmo que longe do auge de seu estilo anárquico, Avery igualmente se encontra bastante distante da verve ingênua e demasiado amparada no gênero musical que havia marcado o universo da animação após o advento do som e um maior conservantismo no meio cinematográfico em geral, pós-Código Hays. Sem dúvida o mais interessante aqui são as referências auto-reflexivas e sua relação direta com o narrador, que já emergem ao início do curta quando a ambientação e o personagem literalmente “caem do céu”, e a figura do ferreiro apresentará suas calejadas mãos, tal como nas linhas do poema de Longfellow no qual vagamente se inspira. Ou ainda, e melhor, quando a relação entre o esforço do ferreiro com o fole tenta acompanhar o ritmo igualmente crescente da narração para os seus movimentos, provocando uma reação direta e irritada do personagem com relação a “pressão” lançada pela narração over.  Leon Schlesinger Studios para Warner Bros. 7 minutos e 41 segundos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário