CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

sábado, 29 de março de 2014

Meu Caro Diário, 27/04/2010



27/04 – terça. Dia D. Acordei as 5h. da manhã e a pobre da Cris acabou me convencendo de ir me deixar no terminal rodoviário para pegar o ônibus para Mamanguape realizar a prova escrita que aguardo desde que aqui por estas terras cheguei, dois meses atrás. Não consegui pegar o de 6, mas sim o de 6h50. Isso não foi impedimento maior pois a própria banca chegou atrasada e a avaliação começou de fato as 8h50 da manhã. Entreguei a prova quando nem havia se completado metade do tempo (10h50), o que me deixou com certa sensação de culpa. Havia feito o possível para ficar distanciado da massa e consegui. Apenas vez por outra cheguei junto de Serjão, para que ele não ficasse desconcertado comigo. Várias coisas positivas ocorreram. Primeiro, o ponto sorteado (interacionismo simbólico) que, de certa forma, deve  me ter favorecido, pois não é exatamente algo que se trabalha comumente em sala de aula, além de cerca de metade dos 25 candidatos inscritos e homologados não ter comparecido a prova. Depois, Anderson pareceu simpático comigo. Terceiro – e principal – acho que fiz uma boa prova, pelo menos que dê para passar. Quarto, peguei o número 1 na numeração de anonimato de identificação da prova, o que pode ser um bom presságio. Encontrei Serjão depois da prova, quando esperava o ônibus – ele não parecia nada animado com o resultado de sua avaliação. Adrenalina a mil quando saí. (...) Até na volta do ônibus minha mente me deu paz e ao invés de tocar a porra de Black Eyed Peas, começou a danar de tocar Olhos nos Olhos com Chico (que escuto agora) e a versão de anthology de She Came Through the Bathroom Window. Peguei o ônibus do meio-dia e vim chegar aqui na Cris já por volta de 15 horas. Ainda to elétrico, embora hiper-cansado. Não consegui me concentrar em nada mais. Como Van tinha aula, fui dar uma caminhada só mesmo na praia e foi mais curta do que o habitual, saindo e voltando com o dia ainda claro. Acabei de saber que passei. Deram-me um 8. Achei que merecia um 9 minha prova, mas vá la! Acho que teve gente que ficou com nota melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário