CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quinta-feira, 13 de março de 2014

Meu Caro Diário, 06/06/2005

– acordei, como todos os últimos tempos, sem a menor das motivações. Pelo menos acordei um pouco mais cedo, uma hora mais que a média dos últimos dias, por volta de 9 e meia. Fiz minha flexões de sempre para tentar acordar e me motivar. Liguei o computador e fui na Internet ver o site climatempo para ver se haveriam mudanças drásticas no clima para os próximos dias mas felizmente não. Fiz meu lanche e o comi antes disso. Depois da ginástica tomei banho e saí serelepe pela Heitor Penteado até o BB da Cerro Corá, mas apesar de ter sacado os 550 paus para pagar a kit, como sempre, tinha que ter um imprevisto: esqueci a agenda com o número da conta dos senhorios. Peguei um ônibus para voltar e acabei resolvendo tudo numa agencia do itaú aqui pertinho. Bem, pelo menos, caminhei e de qualquer maneira teria que voltar pois tinha que pegar o vila mada para usp. Na USP almocei por volta das 13 h. depois fui ler um texto de Maria Helena Rolim Capelato sobre varguismo e peronismo. Desse último pulei todos os trechos específicos à realidade argentina. Duas, três horas de estudo para uma referencia não explícita de não mais que algumas linhas na tese. Ontem passei boa parte do dia com Luiza Jatobá. Fomos ver a mostra dos corpos pintados, que achamos uma droga meio que unanimente. (...) Depois demos uma caminhada pelo MAM e adjacências e voltamos. Acabei jantando spaguetti com molho de tomate de verdade e um pouco de pimenta em sua casa. Conversamos ainda bastante e quando achei que já fosse meia-noite, ainda eram 9h30 da noite. Ela me falou que ontem, numa reunião que teve no ap. de Orlando, eles se divertiram cadastrando-a num site francês que Orlando já conseguiu dois namorados, um deles disposto a casar com o dito cujo. E também me falou que Sônia não conseguiu a bolsa pra França

Nenhum comentário:

Postar um comentário