CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quinta-feira, 6 de março de 2014

Filme do Dia: Social Lion (1954), Jack Kinney

Social Lion (EUA, 1954). Direção: Jack Kinney. Rot. Original: Milt Schaffner & Dick Kinney. Música: Oliver Wallace.
Este admirável curta de animação de Kinney, relativamente menos conhecido e/ou apreciado que outros títulos do mesmo realizador (por exemplo, Pigs is Pigs ou Lambert the Sheepish Lion, ambos indicados ao Oscar) apresenta um notável senso de ironia para com a sociedade norte-americana, para não falar de seu próprio humor surreal, ambas características longe de marcas comumente associadas ao estúdio que o produziu. Um leão, capturado na África para um zôo de Nova York, acaba acidentalmente indo parar nas ruas da cidade. Da majestade real na floresta se torna um anônimo ser ignorado e vilipendiado na floresta de concreto. Aqui, Kinney não apenas parodia o senso de individualismo moderno, como as regras de comportamento coletivas – o felino volta acuado ao ter que aprender a respeitar o momento correto que os pedestres devem atravessar a rua – e mesmo algumas instituições sociais como o Lion´s Club (cuja aborrecida reunião todos os membros cochilam) e  o Exército da Salvação. E, para completar, ainda apresenta o delicioso toque de surrealismo kafkaniano do leão somente ser percebido e passar a assustar as pessoas na rua, quando sai travestido e galante como charmoso janota. Walt Disney Pictures para RKO Radio Pictures. 6 minutos e 48 segundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário