CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

National Gallery of Art#55: Menino em Colete Vermelho 1888-90, Paul Cézanne


Menino em Colete Vermelho é uma de um conjunto de obras - duas aquarelas e quatro pinturas - descrevendo o modelo italiano Michelangelo di Rosa vestindo o vistoso colete que se refere o título. O uso de um modelo profissional foi um divisor de águas para Cézanne que, até então, havia contado com a família e amigos como temas. Pouco se conhece sobre quem posa, além de seu nome e nacionalidade, mas a pintura é menos um retrato que um estudo sobre estilo e composição.

A pose do modelo é convencional, reminiscente dos nus acadêmicos produzidos em aulas de desenho da figura humana. No entanto, igualmente remonta a outros e mais elegantes antecedentes da Alta Renascença tais como os retratos aristocráticos de Agnolo Bronzino, notáveis por suas desacreditadas e lânguidas figuras, a linha sinuosa de seu torso e o formato em três quartos de comprimento. Cézanne parece prestar um tributo ao passado mesmo quando transforma suas tradições através da introdução de uma linguagem visual mais arrojada.

Nessa pintura, Cézanne conquistou um complexo equilíbrio de contrastes: entre o langor da pose do jovem e as vigorosas pinceladas, entre a sutil paleta de azuis, cinzas e malvas na cortina e a camisa do rapaz e o vívido vermelho do colete. O que parece ser uma descrição franca de uma figura individual revela ela própria, a partir de uma análise mais detida, ser um sofisticado casamento de linhas e harmonias tonais em surdina que é quase musical.

Texto: National Gallery of Art. Nova York: Thames & Hudson, 2005, p. 199.

Nenhum comentário:

Postar um comentário