CONTRA O GOLPE CIVIL-MIDIÁTICO-JUDICIÁRIO EM CURSO E PELO RETORNO DA DEMOCRACIA

#ELENÃO

sábado, 7 de outubro de 2017

Filme do Dia: Quebradores de Recordes (1960), Paul Fennell

Resultado de imagem

Quebradores de Recordes (Record Breakers, EUA, 1960). Direção: Paul Fennell. Rot. Original: David Detiege, sob argumento de Tony Benedict.


Esse, que é o episódio 58 da primeira temporada da série Magoo , personagem surgido em 1949, para a televisão, apresenta uma animação de traços básicos e bem menos interessante que a série de filmes realizados para o cinema durante toda a década anterior. Aqui, quando Magoo e sua mãe saem, o gato e o rato da casa se digladiam na luta pelo gosto musical – enquanto o gato é amante de música erudita, o rato é fã de jazz. Com o retorno de Magoo e sua mãe, o gato terá que sofrer, pois ele traz um disco de novidades pop. Evidentemente o título original é um trocadilho que leva em conta o fato de recordes e “discos” serem sinônimos em inglês, algo que se perde em português, daí a versão brasileira ser um tanto quanto equivocada. Fennell se tornará especialista em reciclar personagens animados como Batman, Super Mouse, Flash Gordon e Tom & Jerry, trabalhando como diretor de arte nos anos 1970 e 1980, invariavelmente vulgarizando os traços de personagens que já haviam tido suas respectivas séries para o cinema e adequando-as para o universo do consumo mais rápido da TV. 4 minutos e 21 segundos.