CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

sábado, 13 de junho de 2015

Filme do Dia: Coal Face (1935), Alberto Cavalcanti



Coal Face (Reino Unido, 1935). Direção: Alberto Cavalcanti. Rot. Original: Alberto Cavalcanti & Montagu Slater, com poema de W.H.Auden. fotografia: Stuart Legg & Basil Wright. Música: Benjamin Britten. Montagem: Wiliam Coldstream.
Quando comparado a outros documentários curtos de temática similar produzidos pelo que veio a ser conhecido como Escola Documental Britânica, sobretudo Industrial Britain (1931), esse, mesmo fazendo uso do tom heroico e algo épico para descrever as ações dos trabalhadores é menos focado em suas próprias personas – naquele existe vários “retratos” ligeiros sobre mestres da arte de alguns ofícios, dando relevo ao nome dos mesmos. Aqui, por outro lado, destaca-se sobretudo o processo de produção de forma menos suavizada que naquele, mesmo que se conte com a poesia de Auden ou com uma trilha musical mais elaborada que aquele (que, no entanto, nos primeiros planos das pás de um moinho parecia indicar uma atitude de maior influência por imagens de apelo grandiloquente de Flaherty, que aliás o co-dirigiu). Aqui, no entanto, soçobram referências a números, estatísticas, etc. Como em Industrial Britain, segue-se uma estrutura que parece finalizar antes do próprio filme, ocorrendo um segundo tempo posteriormente, funcionando mais como epílogo no caso em questão. As referências ao fato de 4 mineiros morrerem diariamente e uma quantidade bem maior ficar ferida acaba ganhando um tom de neutralidade quase tão intenso pela voz do narrador quanto as estatísticas de produção. E não menos ambíguo soa o comentário final a respeito da vida dos mineiros e de sua moradia próxima ao trabalho se resumirem à mina. Destaque para uma breve sequencia de montagem acelerada no estilo do cinema soviético. GPO Film Unit para ABFD. 11 minutos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário