CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Filme do Dia: Bedelia (1930), Dave Fleischer



Bedelia (EUA, 1930). Direção: Dave Fleischer.

Apaixonado por Bedelia, a garota que faz menção a canção-título (faz parte dos anos iniciais da série Screen Songs) vai fazer uma serenata para ela. Essa, no entanto, encontra-se dormindo e não o recebe de bom grado, lançando ora um vaso sobre sua cabeça, ora  enchendo seu estomago de algo que o deixa extremamente barrigudo. No ínterim, que na verdade resulta na parte mais longa desse curta animado, observa-se a composição seguida da letra como era regra na série. Aqui se procura uma mínima interação entre o momento da canção e a narrativa em si mesma, com um dos estilhaços do vaso jogado servindo como o marcador que seguirá a canção, da mesma forma que é uma parte da letra da canção que faz com que o herói se aproxime do terraço a la Romeu e Julieta (como em La Paloma, do mesmo ano) onde se encontra sua cruel amada. Fleischer Studios para Paramount Pictures. 6 minutos e 49 segundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário