CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

sábado, 30 de agosto de 2014

Rockefeller e a família eram vistos por estes religiosos [fundamentalistas batistas] como verdadeiros inimigos, acusados de serem "modernos", de racionalizar e estandardizar a religião, da mesma maneira como tinham feito com a indústria de petróleo. A ira deles aumentou quando Junior construiu a Riverside Church, uma igreja ecumênica, até hoje ponto de referência de Nova York. Não era difícil para alguns fanáticos identificar na postura dos Rockefeller atitudes ligadas a um complô comunista internacional que visava destruir a vida e a religião nos Estados Unidos.

O Amigo Americano - Nelson Rockefeller no Brasil, Antonio Pedro Tota, p.44.

Nenhum comentário:

Postar um comentário