CONTRA O GOLPE CIVIL-MIDIÁTICO-JUDICIÁRIO EM CURSO E PELO RETORNO DA DEMOCRACIA

#ELENÃO

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Filme do Dia: A Face Oculta da Lua (2003), Robert Lepage

Resultado de imagem para a face oculta da lua robert lepage

A Face Oculta da Lua (La Face Cachée de la Lune, Canadá, 2003). Direção e Rot. Original: Robert Lepage. Fotografia: Ronald Plante. Música: Benoît Jutras. Montagem: Philippe Gagnon. Dir. de arte: Jean Le Bourdais. Cenografia: Benoit Jolivet. Com: Robert Lepage, Céline Bonnier, Anne-Marie Cadieux, Lorraine Cote, Sophie Faucher, Richard Fréchette, Érica Gagnon, Gregory Hlady, Marco Poulin.
Phillippe (Lepage) é um sonhador que não consegue se estabelecer na vida após uma certa idade, em oposição ao irmão André (Lepage), prático, gay e rico. Enquanto Phillippe se encontra mais desnorteado que nunca com a morte recente da mãe (Cadieux), e produzindo um vídeo em que pretende mostrar a um possível ser extra-terrestre a sua visão do espaço e dos costumes em que vive, André é um bem sucedido apresentador do tempo na televisão. Em conflito com o irmão desde a infância e com uma obsessão por assuntos espaciais, uma tentativa de aproximação entre os dois se prenuncia quando da morte do peixe de estimação, último significado da mãe que persistia vivo e quando Phillippe passa a saber que a mãe, bastante enferma, suicidara-se.

A poética de Lepage, é  tanto sedutora em seu humor e poesia que intercala narrativa realista com os sonhos e fantasias de seu protagonista, quanto perigosamente próxima do sentimentalismo e da auto-complacência. Nesse último quesito, assim como na modelagem de um dos dois personagens principais aparentemente bastante próximos da figura física e psíquica de seu realizador-ator, torna-se possível uma comparação com Woody Allen. Lepage não se preocupa com a polaridade caricata com que corporifica seus dois irmãos, vividos por ele próprio, já que essa é uma estratégia que cabe bem em seu humor algo próximo da animação. O resultado final, longe de ser tão original ou anti-convencional quanto muitos querem crer, possui seu encanto. FCL Films/Media Principia Inc. 105 minutos.