CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Filme do Dia: Neighbors (1920), Edward F.Cline & Buster Keaton



Neighbors (EUA, 1920). Direção: Edward F. Cline & Buster Keaton. Rot. Original: Edward F. Cline & Buster Keaton, a partir do argumento de Keaton. Fotografia: Elgin Lessley. Com: Buster Keaton, Virginia Fox, Joe Roberts, Joe Keaton, Edward F. Cline, Jack Duffy.
Dois jovens enamorados (Buster Keaton e Fox) que vivem em cortiços vizinhos decidem se casar mesmo com a oposição de seus pais.

Mais do que a maior parte dos filmes curtos com Keaton produzidos no período, esse atesta a facilidade e graça que parece impregnar os movimentos do personagem em um varal de roupas transformado em cordão de equilibrismo ou vice-versa. Notadamente no momento em que o rapaz tenta fugir da agressividade de seu futuro sogro e escapole pelo varal apenas para voltar novamente pelo mesmo, após uma travessia que o havia levado até sua casa. Ou ainda, e tão surpreendentemente quanto, sobe sobre dois outros homens (do grupo acrobático Flying Escalantes) para fugir com sua amada, indo contra o cancelamento do casamento após o sogro ter descoberto o quão vagabundo era o anel de noivado. Uma sucessão de entradas e saídas de janelas se dá, assim como uma surreal fuga pelas ruas na mesma formação. Talvez o que se desvie mais da ação seja as habituais participações de policiais em situação de mal entendidos e a alusão aos negros, com um Buster de rosto escurecido a determinado momento. Fox, sua habitual parceira então, ganha um papel mais relevante que o habitual como a suburbana e algo rude popular e Keaton explora uma faceta próxima de galã nada habitual, sendo reforçado em ambos o tom jovial. Evidente sátira precoce a Romeu e Julieta, cuja ambientação em um bairro popular antecipa em várias décadas Amor, Sublime Amor. O pai de Keaton encarna seu pai aqui. Joseph M. Schenck Prod. para Metro Pictures Corp. 17 minutos e 44 segundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário