CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

domingo, 15 de março de 2015

Filme do Dia: Madonna and Child (1980), Terence Davies

Madonna and Child (Reino Unido, 1980). Direção e Rot. Original: Terence Davies. Com: Terry O´Sullivan, Sheila Raymor.
Robert Tucker (O´Sullivan) possui uma existência sofrida e culpada com relação a sua homossexualidade vivida clandestinamente e a qual procura se redimir se confessando na igreja.  Vivendo com sua idosa mãe (Raymor), pega a balsa diariamente para ir a um trabalho burocrático e repleto de pessoas tão pouco motivadas quanto ele.
Davies apresenta de modo ainda mais conciso o seu personagem (que já havia apresentado em Children e que será retomado, fechando a trilogia, em Death and Transfiguration). Já desde os planos inicias, os cantos católicos, em angelicais vozes infantis, provocam surpreendente efeito pois geralmente ilustram imagens da mais completa frieza, solidão ou esterilidade humanas – sendo a exceção a cena no interior de uma igreja. Assim é através de tal canto que se observa sejam os solitários passeios de balsa, os tipos absurdamente convencionais do trabalho ou ainda uma arquitetura e ambientes extremamente formalistas, impessoais e massificados de Liverpool, o que se configura numa apurada opção estética que ecoa a sensibilidade de uma subjetividade aprisionada diante de um mundo por demais racional. Esse tema, por excelência, melodramático, é tratado aqui com a habitual distanciamento do realizador, que aqui faz bem mais uso de travellings e de planos em média ainda mais longos que no média metragem anterior e no curta que lhe sucedeu. Aqui também se apresenta cenas que fazem referência mais direta ao sexo do que no filme anterior. 27 minutos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário