CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

domingo, 20 de julho de 2014

O glamour de um corpo vem da sua nudez - poder estar mais nu do que simplesmente nu. Não a nudez que o olho vê, mas aquela mais invisível, mais sutil e mais bruta, que só o corpo conhece. É nessa nudez que o corpo é atingido pelo outro e se recria a cada encontro. E quando isso não acontece, é porque o encontro não aconteceu de verdade.

(Suely Rolnik)

Nenhum comentário:

Postar um comentário