CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Meu Caro Diário, 24/09/2005

 Sábado. Atendi ao convite da Lia de ir até a Pinacoteca. Sinto-me agora meio morto-vivo e isso diz respeito a duas coisas. A primeira o fato de ter dormido mal três noites seguidas – indo (sic) dormindo tarde e acordando, ontem até que ainda consegui pegar no sono de novo, mas não hoje ou anteontem – e a segunda foi um certo espectro de negatividade que senti em Lia e que ela própria expressou. Para piorar ainda tive que trafegar por todas aquelas ruas nauseabundas e com gente horrível e pobre por todos os cantos. Divaguei um longo tempo com Lia no Parque (sic) colada a Pinacoteca, onde transitam sobretudo putas, miseráveis e clientes (talvez os dois últimos encarnados numa só configuração humana, se estendermos a dimensão de miserabilidade). Mas quem sou eu para toda essa moralice carola? 
(...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário