CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Luchino Visconti - The Stranger (1967) (O estrangeiro - Albert Camus)



“E olhando fixamente o céu noturno, pela primeira vez abri
meu coração à doce indiferença do universo”

Descobri completamente ao acaso que o único longa ficcional de Visconti que ainda não havia visto, encontrava-se com legendas em português no you tube. Quando a esmola é grande, o mendigo desconfia. Parece-me, de longe, seu pior filme. Mastroianni e, sobretudo Anna Karina, já haviam conhecido filmes melhores nas mãos de Fellini e Godard, respectivamente. Surpreso com os mais de 70 mil acessos, sobretudo quando direcionado prioritariamente para público de língua portuguesa ou italiana, supus que por se tratar de um diretor célebre e, depois - ou talvez primeiro -por ser uma adaptação de Camus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário