CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Filme do Dia: O Açougueiro (1969), Claude Chabrol

O Açougueiro Poster

O Açougueiro (Le Boucher, França/Itália, 1969). Direção e Rot. Original: Claude Chabrol. Fotografia: Jean Rabier. Música: Pierre Jansen. Montagem: Jacques Gaillard. Dir. de arte: Guy Littaye. Figurinos: Joseph Poulard. Com: Stéphane Audran, Jean Yanne, Anthony Pass, Pascal Ferone, Mario Beccara, William Guérault, Roger Rudel.
            Helene (Audran),  professora escolar num vilarejo francês, sentimentalmente problemática desde uma relação frustrante, aprecia a amizade do açougueiro local, Popaul (Yanne), um veterano de guerra. Uma série de crimes em locais próximos começam a ocorrer. Helene, que trata seus alunos como filhos, vê uma de suas crianças serem mortas a poucos metros de onde se encontrava em excursão. Próximo ao local o isqueiro que dera de presente a Popaul. Porém, quando ele reaparece com um isqueiro na mão, Helene, ainda abalada com a morte da criança, chora de felicidade. Logo, no entanto, a certeza de que Popaul é culpado se confirma, quando procura o outro isqueiro na gaveta. À noite, ele procura Helene, e após esfaquear a si próprio, afirma seu incondicional amor a ela.
Assim como Mulher Infiel, produzido na mesma época, trata-se de um dos melhores exemplos da virtude narrativa da concisão nos filmes do cineasta francês. Destituído de sentimentalismo e com um tom de distanciamento emocional que provoca um certo estranhamento e peculiaridade, posteriormente banalizados no cinema francês sem o mesmo êxito, o filme também apresenta um virtuoso trabalho de câmera, com destaque para o longo travelling que acompanha a caminhada do casal protagonista por uma ladeira. Popaul e Helene encontram-se entre os personagens-símbolos (no caso do primeiro da desmesura, da segunda do distanciamento), assim como os atores Jean Yanne e Audran, sempre recorrentes nos filmes do cineasta.  Euro International Film/Les Films la Boétie. 93 minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário