CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Filme do Dia: Manizales City (1925), Félix R.Restrepo



Manizales City (Colômbia, 1925). Direção: Félix R. Restrepo.

Parecendo similar a uma compilação de pequenos filmes de atualidades, esse filme sobre a cidade de Manizales não difere muito do que esses traziam então em termos de suposto interesse a ser filmado: rituais cívicos, festivos e marcados pela presença dos nomes no poder. Compartilhando de muitas das estratégias visuais que eram comuns desde a época das primeiras vistas e “panoramas” como as panorâmicas que varrem o espaço que se pretende descrever pela esquerda ou direita, assim como os inevitáveis olhares curiosos que se posicionam diante da câmera, e que são de indivíduos das mais diversas idades, categorias profissionais, sexos, classes sociais, o filme apresenta cenas de curiosidades como o carnaval, “pitorescas” como a rica arquitetura dos prédios mais importantes ou ainda as touradas em chave completamente vinculada a matriz europeia (ou seja, espanhola), na qual toureiros vestidos à caráter são aplaudidos pelas damas da sociedade vestidas igualmente a rigor. Tudo transcorre na mais absoluta normalidade em filmes do gênero – não muito distantes de seus equivalentes brasileiros do período – até que repentinamente se tem notícia de um grande incêndio que destruiu boa parte da cidade, incluindo a maior quantidade dos prédios anteriormente entrevistos, dos quais quando muito soçobram ruínas. Versão restaurada, com música de coloração algo experimental a sua restauração a ilustrar as imagens que, aparentemente, não sobreviveram em toda a sua extensão. Destaque para as cartelas da companhia cinematográfica, com seus adornos que certamente pretendiam ser um item a mais em termos de “respeitabilidade”. 51 minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário