CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Filme do Dia: Ko-Ko's Big Sale (1929)



Ko-Ko’s Big Sale (EUA, 1929). Direção: Dave Fleischer.
Por mais que o próprio Fleischer tenha se poupado do nível de auto-exposição de surgir como um animador que negocia bebidas com um vendedor, a determinado momento, esse curta da série com o Palhaço Koko apresenta encanto o suficiente  na habitual interação entre desenhista e desenhados. No caso aqui, o vendedor, antes de ser brutalmente jogado pelo animador porta à fora – e deixar sua marca na parede enquanto animação – deita bebida justamente no tinteiro que irá servir como material para os desenhos do palhaço. Se aparentemente se pode imaginar que algum partido seria tirado dessa mescla entre álcool e tinta nos desenhos de colorações surrealistas como são os da série, serve antes como pretexto para que Koko e seu fiel cão Fritz afirmem que se sairiam melhores vendedores. O desenhista aceita o desafio e desenha uma valise de vendas e o suporte necessário para que ambos viajem. Há uma referência paródica, que talvez se perca com o tempo, de Fritz encarnando Al Jolson do pioneiro O Cantor de Jazz. Tornado negro pela cobertura de fuligem da chaminé da locomotiva, ele arrisca uns vocais (sendo representados por um balão, afinal se trata de uma produção muda) de My Mammy. Inkwell Studios para Paramount Pictures. 8 minutos e 9 segundos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário