CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Auto-Retrato, cerca de 1435

Leone Battista Alberti, dentre os mais amplamente disseminados talentos da Renascença. é celebrado por seus tratados sobre pintura, escultura e arquitetura. Ele também foi talentoso nos campos do direito, filosofia, matemática e ciências. Além de suas experimentações  com a pintura e a escultura, desenhou grandes igrejas nas cidades de Rimini e Mântua, no norte da Itália, cujos governantes ele aconselhava nas artes. Também serviu como consultor arquitetônico para o papa Nicolau V.

Este bronze é provavelmente fundido a partir de um molde de cera numa forma e desenho inspirada nas obras esculpidas na gema pelos antigos romanos. O lenço dobrado ao redor do pescoço evoca a roupagem clássica. Os cabelos cortados rentes podem ser associados tanto com o estilo romano quanto o em voga por volta de meados do século XV. Seus tufos macios lembram a juba do homônimo de Alberti, o leão (Leone).

Suas linhas claras e continuadas, cabeça orgulhosamente erguida e olhar distante trazem à caracterização de Alberti traços nobres e idealizados. Sob o queixo, em seu emblema pessoal, um olho alado. Alberti escreveu sobre o olho como a mais poderosa, rápida e rica das partes humanas, lembrando-nos de sermos sempre vigilantes na busca do bem. A imagem também representa o olho onisciente de Deus.

Texto: National Gallery of Art. Nova York: Thames & Hudson, 2005, pp. 283.

Nenhum comentário:

Postar um comentário