CONTRA O GOLPE CIVIL-MIDIÁTICO-JUDICIÁRIO EM CURSO E PELO RETORNO DA DEMOCRACIA

#ELENÃO

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Filme do Dia: Make Mine Freedom (1948), William Hannah & Joseph Barbera




Make Mine Freedon (EUA, 1948). Direção: William Hanna & Joseph Barbera.
Essa peça de propaganda da Guerra Fria contrapõe sem a menor sutileza uma América com liberdade de expressão e livre iniciativa que culminou na nação mais economicamente avançada do mundo e os “ismos” que não chegam a ser citados pelo nome, mas no qual evidentemente se encontram o socialismo, comunismo e anarquismo. Tudo isso é apresentado através, basicamente, de um confronto em um parque onde o Dr. Utopia pretende vender suas loções “ismos” para um punhado de homens que representam tipos bem definidos como o empresário, o agricultor, etc. Porém, um homem que se encontrava deitado em um banco acaba pregando tudo o que há de magnífico no país e para completar pede que eles tomem a beberagem. Logo eles se virão esmagados enquanto indivíduos pelo enorme braço do estado que sufoca qualquer tipo de poder diferenciado como o sindicato, a posse individual de bens e o livre discurso. Ironicamente, a reação a esse “braço monstruoso” do Estado (versão aterrorizadora socialista da mão invisível capitalista?) será a da revolta e inclusive injúria física contra o Dr. Utopia e suas crenças charlatãs, demonstrando os limites em que se constituía o livre discurso louvado pouco antes. Tudo isso realizado em um excelente padrão de animação que em grande parte se perderia na sua passagem para a TV justamente capitaneados pela dupla de diretores que assina esse filme.  John Sutherland Prod./MGM para MGM.  9 minutos e 27 segundos.