CONTRA O GOLPE CIVIL-MIDIÁTICO-JUDICIÁRIO EM CURSO E PELO RETORNO DA DEMOCRACIA

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Filme do Dia: Plutopia (1951), Charles A. Nichols




Plutopia (EUA, 1951). Direção: Charles A. Nichols. Rot. Original: Ralph Wright & Al Bertino. Música: Joseph Dubin.
Mais divertido que o padrão da animação contemporânea em curta-metragem do estúdio, apresenta a ida de Mickey com Pluto na colônia de férias denominada Camp Utopia. Para Pluto, no entanto, a situação se transforma em pesadelo, a partir do momento em que Mickey lê que as instruções impedem a presença de cães em alojamentos. Posto para dormir diante da porta e dividindo o local com um gato nada amistoso, somente resta a Pluto sonhar com “um mundo melhor”. E, na sua utopia, ele vem a ser tratado da forma mais respeitosa possível pelo gato, que se transforma em seu mordomo particular. Destaque para a relação sado-masoquista entre gato e cão desenvolvida no sonho de Pluto, criada pelo próprio gato, que pede insistentemente que Pluto morda seu rabo, assim como a inclusão de elementos do universo da vigília – no caso aqui a forma carinhosa com que Mickey se dirige a Pluto como “Sua Alteza” -  adaptados ao mundo onírico, aqui ligeiramente transmutados na boca do gato, semelhante ao apresentado  pela teoria dos sonhos freudiana. A voz do gato é feita por Jim Backus, conhecido pela voz de Mr. Magoo. Walt Disney Prod. para RKO Radio Pictures. 7 minutos e 5 segundos

Nenhum comentário:

Postar um comentário