CONTRA O GOLPE CIVIL-MIDIÁTICO-JUDICIÁRIO EM CURSO E PELO RETORNO DA DEMOCRACIA

sábado, 4 de novembro de 2017

Filme do Dia: O Primeiro Cigarro de um Colegial (1906), Louis J. Gasnier





O Primeiro Cigarro de um Colegial (Le Premier Cigare d’une Collégien, França, 1906). Direção: Louis J. Gasnier. Com: Max Linder.


Max experimenta pela primeira vez o que seriam os prazeres do fumo e da bebida e chega completamente alterado no prédio onde mora, entrando no apartamento vizinho e de lá sendo expulso pelo seu inicialmente assustado proprietário. É então socorrido pela mãe. As inserções de planos mais próximos para descrever um evento em andamento ocorrem aqui de forma menos abrupta e mais encadeada do que nos primeiros anos do século e certamente mais abrupta do que no cinema de continuidade que se institui após. Vale lembrar que no mesmo ano, Porter havia realizado outro retrato de um bêbado, esse veterano, em Dream of a Rarebit Fiend, que não possui uma narrativa tão clara quanto aqui, mas certamente é bem mais inventivo, ao reproduzir os efeitos da própria mente do bêbado ou de sua percepção visual em trucagens visuais. Curiosamente, Linder aqui personifica não um personagem de sua própria idade como habitual, mas um colegial bem mais jovem. Pathé Frères. 5 minutos e 4 segundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário