CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Filme do Dia: Se Permuta (1984), Juan Carlos Tabío

Se Permuta (Cuba, 1984). Direção e Rot. Original: Juan Carlos Tabío. Fotografia: Julio Valdés. Música: Juan Márquez. Montagem: Roberto Bravo. Dir. de arte: Nieves Laferté. Figurinos: Diana Fernández. Com: Mario Balmaseda, Rine Cruz, Rosita Fornés, Mirta Ibarra, Silvia Planas, Manuel Porto, Maritza Rodríguez, Isabel Santos.
     Essa comédia acompanha as viscissitudes de uma matrona que tem o dom de conseguir todo tipo de trocas de moradias, sempre satisfazendo todos os envolvidos e tendo sempre como local inspirador os ônibus. É o que ocorre quando muda para um apartamento em um bairro mais nobre que o que morava anteriormente, preocupada que estava com o suposto envolvimento da filha com um mecânico. Fica feliz, já que logo a filha se interessa por um rapaz da classe média vizinho. Enquanto fazem planos para casar-se, uma nova permuta faz-se necessária, já que agora deverá haver mais um quarto para o filho. Uma nova e rocambolesca estratégia é criada para assegurar uma confortável casa para o casal. Porém, a realidade demonstra ser mais criativa que o planejamento: a filha acaba despertando uma intensa paixão por outro homem e outras dificuldades põe abaixo todo o complicado arranjo.
     Traçando um paralelo entre as trocas de moradia e entre casais, o cineasta realizou uma comédia de costumes com alguns momentos abertamente hilariantes e outros que não funcionam (como a utilização de recursos como a foto fixa e a aceleração das vozes e a inserção de comentários sobre a falta de criatividade do próprio filme). Nas entrelinhas, uma mais que provável crítica a questão habitacional cubana. Não há como não evocar os filmes de Truffaut, especialmente os do ciclo Antoine Doinel, na acentuação do ridículo de certas ações do cotidiano (mesmo que aqui de uma forma menos sutil) e repetições desses mesmos elementos como motor para a comédia. ICAIC. 103 minutos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário