CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Filme do Dia: A Antiga e a Moderna (1923), Buster Keaton & Edward F.Cline

As Três Idades Poster

A Antiga e a Moderna (Three Ages, EUA, 1923). Direção: Buster Keaton & Edward F. Cline. Rot. Original: Buster Keaton, Clyde Bruckman, Jean C. Havez & (?) A. Mitchell. Fotografia: Elain Lessery & William C. McGann. Com: Margareth Leaky, Wallace Beery, Buster Keaton, Lilian Lawrence, Joe Roberts, Lionel Belmore, Kewpie Morgan, Blanche Payson.
As desventuras de um rapaz apaixonado (Keaton) que procura se aproximar sem grande sucesso de sua amada (Leaky) tendo como oponente um homem mais forte e/ou rico (Berry) em três momentos: Pré-História, Roma Antiga e Contemporânea. Após vários obstáculos e da incredulidade da família, o rapaz consegue conquistar sua amada e vencer a contenda que decidirá com quem ela deverá permanecer: no primeiro caso, ao sequestrar a mesma, após ter sido comprovado que ele agira de modo desleal no duelo, no segundo ao ganhar uma corrida de bigas e no terceiro, ao provar para sua amada que estará se casando com um escroque e bígamo.
Primeiro longa-metragem de Keaton. Mesmo longe do grau de hilaridadde de algumas dos filmes que estrelou, tais como O Homem das Novidades (1928), o filme apresenta algumas das características associadas ao cinema de Keaton. Ao contrário de Chaplin, por exemplo, há uma evidente alusão constante ao universo do próprio cinema, seja a estrutura narrativa tríptica entrelaçada (referência evidente ao Intolerância, de Griffith), seja no escracho com gêneros bastante populares da época, como o épico histórico (a corrida de bigas, por exemplo, seria encenada, de forma sério-dramática, como uma das sequências antológicas das duas versões de Ben Hur). Outra marca registrada sua é a de tratar as mulheres com bem menos condescendência e com bem mais auto-ironia que a representação mais afeita aos moldes vitorianos de Chaplin. Aqui, a certo momento, uma mulher de quem o rapaz se aproxima com o intuito de fazer ciúmes a amada, na pré-história, mostra-se muito mais forte que ele e o joga para longe. Entre os momentos mais hilários e criativos, o que a amada da pré-história demonstra sorrisos doces e submissos, tais como as heroínas de Griffith, mesmo sendo arrastada pelos cabelos, o que seu carro literalmente se desmonta (presente em várias antologias de humor) e a opção por correr com um trenó adaptado aos patins e cachorros ao invés de cavalos na corrida de bigas. Sua utilização de um triângulo de personagens desenvolvendo objetivos semelhantes ressalta e desnaturaliza a narrativa (algo que seria retrabalhado de modo mais sofisticado em filmes do cinema moderno tais como O Ano Passado em Marienbad), apresentando-a de modo mais explícito enquanto tal. A estratégia das narrativas entrelaçadas também possuía um objetivo comercial definido: caso o filme fracassasse nas bilheterias, as três narrativas poderiam ser lançadas de modo independente enquanto curtas. Buster Keaton Prod./Metro. 63 minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário