CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Café com gostinho de indignação




A dona de um café em São Paulo publica um texto no Facebook a respeito da expressão depreciativa do Lula - "elite branca" - dita quando Dilma foi vaiada no jogo de abertura da Copa.

Ela escreve que trabalha, paga impostos, paga bons salários, e não vê por qual motivo não poderia reclamar da presidente Dilma se ela quiser.  Escreve também que não tem vergonha do seu status social, nem da cor da sua pele; e que ela também faz parte do país.

É isso aí que eu parafraseei. Só verdades, tão banais que o texto chega a ser um pouco monótono.

Mesmo como exercício de redação eu teria alguma dificuldade de contradizer uma frase do texto dela. Vou dizer que ela não trabalha? Que não paga impostos? Se ela diz que faz essas duas coisas, acredito.
Ou vou dizer que ela não tem o direito de reclamar? Acho difícil.

Mas a internet subiu coletivamente nas tamancas.

Alguns sugeriram boicote. Outros sugeriram linchamento. Falaram em nazismo. Criaram Tumblrs para ridicularizá-la. Sugeriram até denunciar a família dela ao Imposto de Renda (porque ela disse que a família ri quando ela diz que paga todos os impostos.)

Alguém que se assina Jack Black no twitter (@jackblack733): "Isabela Raposeiras: trabalhar e pagar impostos, ao contrário do que vc imagina, não são favor a ninguém." (Ela não disse que era.)

Mariôna (@brutaflor): "Depois dessa declaração absurda da Isabela Raposeiras eu nunca mais piso no @Coffee_Lab_br"

"Dez desabafos da elite branca que ninguém precisava ouvir", é o título escolhido por um blog no Uol.

Daniel Lameira nos comentários do post do Coffee Lab: "pelo amor, ignorância histórica, perdeu uma família inteira de clientes".

A maior parte das críticas se concentra numa parte do texto: que a elite "branco-europeia nascida no Brasil" sofre discriminação. Todos riram bastante disso. Perguntaram se ela foi linchada, apedrejada etc.

Que absurdo. Discriminação? Só porque um ex-presidente, cem jornalistas e mil comentaristas de internet declararam que o tipo de pessoa que Isabela é tem que calar a boca e não reclamar de coisa nenhuma?

Você tem que dar graças a Deus por viver numa época tão desequilibrada, tão escancaradamente maluca,  que os seus próprios problemas mentais parecem pequenos e, vá lá, quase charmosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário