CONTRA O GOLPE CIVIL EM CURSO E A FAVOR DA DEMOCRACIA

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Meu Caro Diário, 05/06/2005

Domingo. Lutando contra a desmobilização depressiva dos últimos tempos que sinto principalmente como agora, quando acordo de manhã não tão cedo – minha média tem sido acordar mais de 10 horas nas últimas semanas, o que não deixa de ser sintomático. Existe muito o que fazer. Estudar para a Ancine, que acabei me escrevendo ontem, fazer os trabalhos das duas disciplinas – pelo menos a do Morettin não posso deixar de fazer pois vai valer como nota para o doutorado e tudo o mais. Há uma sensação de vazio e nem mesmo a boa notícia de ter saído um artigo na revista eletrônica da USP, do depto. de jornalismo chamada Caligrama fez mudar grande coisa. Ontem, acabei vendo por engano Os Últimos Dias de Hitler, que achei bem desinteressante, quando na verdade havia comprado ingresso para ver o filme do Bianchi. Encontrei Luana, a judia simpática, por lá, e conversamos bastante tempo após o filme. Ela estava se sentindo meio confusa pois o filme fazia que nos identificássemos com uma das nazistas, a secretária de Hitler e ela disse que tinha que ler um artigo longo que saiu sobre o filme no Mais, à guisa de ter uma avaliação que pudesse dar lastro a qualquer comentário sobre o filme. Lia me chamou hoje para ir andar com ela no Parque da Água Branca. Tentei acessar Luíza Jatobá e Inês agora há pouco, mas caiu na secretária eletrônica em ambos os casos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário